Recomeçar é preciso

reginaldo manzotti recomeçar

É tempo de renovar as esperanças, fazer novos planos, traçar metas em todas as áreas de nossa vida. Com certeza, Deus nos reserva muitas graças e nos quer felizes, mas pelo livre arbítrio que nos concedeu, tudo dependerá do nosso esforço pessoal e disciplina. Sempre é possível avançar mais rumo aquilo que Deus pensou para nós e Jesus veio revelar: uma vida plena e abundante.

Leia também:
Perseverantes na tribulação
Preguiça Espiritual

Que tal começar pela família?

A Igreja sempre reconheceu e exaltou a importância da família para a construção de uma sociedade equilibrada, justa e fraterna. O Beato João Paulo II a descrevia como a célula mãe da sociedade e a conclamava a ser um santuário de amor, uma pequena Igreja doméstica.

Mas, atualmente, um dos grandes desafios que ronda as famílias é a influência negativa, especialmente pela mídia pejorativa que geralmente mostra situações desastrosas, conflitivas, problemáticas e praticamente não mostram as relações saudáveis que possam servir de estímulos para a construção de uma relação verdadeira. Por isso, neste artigo, abordo alguns pontos que são essenciais para uma vida em família plena em Cristo.

Começamos pelo casal, que é o alicerce da família e precisa estar unido para que a convivência da família dê certo. Por isso:

# Invistam na relação a dois – Mesmo tendo filhos, não relaxem na atenção e cuidado de um para com o outro. O que mais machuca duas pessoas envolvidas numa relação, marido e mulher, e que vai arranhando o amor, é a desconsideração. O amor se traduz em gestos concretos, por isso alimentem diariamente o amor com atenção, carinho e afeto.

# Priorizem o relacionamento – Não espere do outro as mudanças, mude você, busque o diálogo verdadeiro e não a cobrança. Não aponte os erros, os defeitos, mas valorize as qualidades. Dialogue muito. Converse sobre tudo. Não coloque pedras sobre mágoas, abra o coração ao outro e desabafe. A confiança, o respeito, a fidelidade e o diálogo sincero e transparente são essenciais ao relacionamento. Toda união bem-sucedida apresenta essas características.

# Perdoem-se sempre – O perdão é o remédio para a cura espiritual do ser humano. O perdão liberta e devolve a paz. Ao se perdoarem sobre algo que os magoou e acertarem como devem agir a partir daí, não toquem mais no assunto.

# Reservem um tempo sozinhos – Pelo menos uma vez por semana, criem o hábito de sair, ir ao cinema. A correria do dia a dia e as dificuldades financeiras podem acabar com o romance, então se
arrumem um para o outro e saiam para namorar.

# Mantenham o respeito – Busquem focar a atenção naquilo que os une, nos pontos comuns. Rezem um pelo outro e busquem seguir com o olhar para o mesmo horizonte. O sucesso ou o fracasso da relação depende de quem faz parte dela, ou seja, o casal. “Não abandonem o barco antes de começarem a remar”. Não desistam na primeira dificuldade. Sejam persistentes e façam tudo o que puderem para sempre reavivar a chama do sentimento que um dia fez com que quisessem passar a vida inteira juntos.

# Maridos – “Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo (Ef 5, 25a-28)”.

# Esposas – “Vós, esposas, estai sujeitas aos vossos próprios maridos, a fim de que, se alguns não forem obedientes à palavra, sejam ganhos sem palavra, por intermédio da conduta de suas esposas, por terem sido testemunhas oculares de sua conduta casta, junto com profundo respeito (1 Pedro 3:1,2)”.

# Pais – Os filhos são um presente que Deus confia aos pais para serem amados e educados. Quem ama corrige. “Educa a criança no caminho em que deve andar e até a velhice e ela não se desviará dele (Pr 22,6)”.

# Não esqueçam que os filhos precisam de limites, de regras de comportamento. Brigas, gritos, agressões nada tem a ver com autoridade, pois ela está na serenidade, no amor, na firmeza com que aplicam a disciplina e colocam limites. Um tratamento duro e crítico quase sempre resulta em maior rebeldia.
# Dialogue sempre com seus filhos, sobretudo, especialmente o perigo das drogas, bem como namoro e gravidez. De forma sutil fique atento às amizades, aos lugares frequentados, às páginas visitadas na Internet. Procurar acompanhar os passos dos jovens, porém sem parecer um guarda-costas.

# Não economizem carinhos, abracem com frequência os filhos; digam “eu te amo”, elogiem quando merecerem. Falem do amor de Deus e da misericórdia de Jesus. Coloquem no coração dos filhos os valores do Reino de Deus. Reze sempre por eles e com eles.

# Filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto agrada ao Senhor (Cl 3, 20). Ouçam, respeitem e prestem assistência aos pais na velhice como aconselha o Livro dos Provérbios: “Dá ouvidos a teu pai, àquele que te gerou e não desprezes tua mãe quando envelhecer (Pr 23, 22)’’.

Padre Reginaldo Manzotti é fundador e presidente da Associação Evangelizar é Preciso – Obra considerada benfeitora nacional que objetiva a evangelização pelos meios de comunicação – e pároco reitor do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba (PR). Apresenta diariamente programas de rádio e TV que são retransmitidos e exibidos em parceria com milhares de emissoras no país e algumas no exterior. Site: www.padrereginaldomanzotti.org.br. Facebook: www.fb.com/padrereginaldomanzotti. | Twitter: @padremanzotti | Instagram: @padremanzotti | Youtube: youtube.com/PadreReginaldo Manzotti

Faça um comentário